Entrevista com Branca Barão

Acompanhe aqui um pouco da entrevista da mensan Branca Barão ao Jornal da Mensa, nesta edição de Junho de 2013.

entrevista001

Sempre fui de começar. Nunca fui de terminar.

Sempre fui das artes. Nunca fui das exatas.

Sempre fui de falar. Nunca fui de organizar.

Cresci com uma educação muito rígida onde o maior aprendizado que tive foi descobrir que era uma delícia quebrar as regras e fazer as coisas do meu jeito.

No ensino médio, ao fazer “vestibulinho” para entrar na FAAP, lembro de uma moça da secretaria falando para o meu pai: “Olha, o resultado da sua filha é, no mínimo interessante. Ela tirou 1,5 de matemática, o que é muito pouco. Tirou 8,5 de português, considerando que é uma prova com a matéria toda do primeiro grau, é uma nota muito alta. Tirou 9,5 de redação e teve um resultado surpreendente no teste de QI. É a primeira aluna que aceitamos aqui sem ter um mínimo de 5 em matemática.” Meu pai ficou todo orgulhoso dizendo que eu era a burra mais inteligente que ele conhecia! E ainda disse que eu tinha “a quem puxar”!

* Artigo publicado originalmente no Jornal da Mensa, o jornal 2% popular.
Para ler o artigo completo, clique aqui.

Entrevista com Branca Barão

Participe!

%d blogueiros gostam disto: